Blog

Novas Etiquetas Energéticas

Novas Etiquetas Energéticas

A introdução das novas etiquetas energéticas será organizada em etapas, dependendo dos regulamentos específicos da União Europeia. Em 2021, as novas etiquetas serão implementadas nas lojas físicas e online para os seguintes cinco grupos de produtos:

No dia 1 de março de 2021

  • Aparelhos de refrigeração, como frigoríficos e congeladores, incluindo aparelhos de armazenagem de vinhos;
  • Máquinas de lavar roupa e máquinas combinadas de lavar e secar roupa;
  • Máquinas de lavar louça;
  • Ecrãs eletrónicos, incluindo televisores, monitores e ecrãs de sinalização digitais;

No dia 1 de setembro de 2021

  • Fontes de luz (lâmpadas).

Para os demais grupos de produtos, também abrangidos pela regulamentação de etiquetagem energética como ar condicionados, secadores de roupa, aquecedores de ambiente e água etc., as novas etiquetas serão introduzidas assim que os respetivos regulamentos novos entrem em vigor.

Contudo, e para salvaguardar a distribuição atempada da nova etiqueta energética, alguns fornecedores estão já a incluir na embalagem dos seus produtos a nova etiqueta, em adição à etiqueta atual. Por este motivo, é natural que possa encontrar duas etiquetas energéticas dentro da embalagem do seu novo produto.

Estas etiquetas diferem em formato e grafismo, mas também nas metodologias de cálculo das classes energéticas dos produtos, sendo as metodologias da nova etiqueta mais exigentes. Como tal, as classes energéticas apresentadas numa e noutra etiqueta são diferentes, sendo expectável que a nova etiqueta energética apresente uma classe de eficiência inferior.

Esta diferenciação permitirá ao consumidor identificar mais facilmente os produtos mais eficientes no mercado, bem como motivar a indústria ao continuo desenvolvimento de produtos inovadores, mais eficientes e de menor consumo energético.

PORQUÊ A MUDANÇA?

A escala da etiqueta utilizada até agora, de A+++ (alta eficiência) a F (baixa eficiência), tornou-se de difícil leitura. Considerando que a grande maioria dos produtos já estão classificados entre o A+ e o A+++, torna-se pouco clara a diferenciação de eficiência energética.

Por este motivo, a União Europeia decidiu reformular esta valiosa ferramenta e otimizou a etiqueta energética de acordo com as necessidades dos consumidores, regressando à escala mais simples de A a G.

Produtos que anteriormente eram considerados A+++, de acordo com a nova regulamentação podem descer na escala de classificação energética, por forma a incentivar os fabricantes a desenvolverem tecnologias que resultem numa melhor eficiência.

O QUE ALTERA?

Escala de classes de eficiência energética

A escala de classes da eficiência energética é o elemento princípal da etiqueta. A nova etiqueta apresenta uma escala de A a G. As classes A+, A++ e A+++ deixam de existir.

Código QR

Adicionalmente, em cada etiqueta encontra um código QR que lhe permite aceder facilmente a informação adicional oficial sobre o produto através de um smartphone. Estes dados encontram-se disponíveis para qualquer cidadão europeu na base de dados EPREL EU.

Pictogramas

Os pictogramas da etiqueta antiga serão mantidos com ligeiras alterações no design e novos serão introduzidos, por exemplo, o tempo do programa ECO 40-60 e eficiência energética no modo grande alcance dinâmico (HDR) para TVs e monitores.

Consumo de energia

O consumo de energia é apresentado com maior ênfase no centro da etiqueta. O consumo é apresentado em kWh por ano, kWh por 1000 horas ou kWh por 100 ciclos, dependendo do grupo de produtos.

Pode ainda saber mais sobre as novas etiquetas energéticas para as várias categorias de produtos clicando aqui.

Deixar resposta

Captcha

Os cookies são importantes para o correto funcionamento de um site. Para melhorar a sua experiência, utilizamos cookies para lembrar detalhes de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e apresentar conteúdo de acordo com os seus interesses. 

Menu

Seu carro

Não há mais itens no seu carrinho